Regulamentação

O despacho ministerial de 15 de março de 2000 precisa a periodicidade das inspeções e das requalificações a que devem ser submetidos os acumuladores hidropneumáticos cujo produto PS.V é superior a 200 bar.litros, e cuja pressão máxima de serviço ultrapassa 4 bar. Essas inspeções e requalificações devem ser efetuadas a pedido do operador. Os aparelhos e acessórios devem estar em bom estado e permanentemente. O proprietário deve garantir em tempo útil as limpezas, reparações e substituições necessárias.
  • Os procedimentos

     A INSPEÇÃO consiste na visita interna e externa do equipamento depois de todas as partes amovíveis terem sido retiradas, e da verificação dos acessórios de segurança tanto quanto for necessário em função dos riscos de deterioração. A medição das espessuras da chapa deve ser realizada para determinar a viabilidade de requalificação. Para os acumuladores hidropneumáticos, as inspeções periódicas devem ser feitas no mínimo de 40 em 40 meses. NB: Numa instalação no estrangeiro, a regulamentação depende do país de implantação. Referir-se à regulamentação em vigor no país abrangido.

    A REQUALIFICAÇÃO consiste na inspeção interna e externa e num teste hidráulico do equipamento, à pressão de ensaio, e na verificação dos acessórios de segurança, com recalibração ou substituição, bem como da existência e exatidão dos documentos associados ao equipamento de pressão. A requalificação dos equipamentos pressurizados (acumuladores hidropneumáticos) é obrigatória de 10 em 10 anos. A sua validação é efetuada por um organismo habilitado.

Os clientes são utentes de reservatórios pressurizados (soprador, antigolpe de ariete, tanque de expansão). A esse título, chamamos a sua atenção relativamente à obrigação de submeter os seus reservatórios às inspeções regulamentares dos 40 meses e às requalificações decenais segundo a legislação em vigor.